No estudo das diferentes formas de vida, para compreender as características particulares de cada espécie e criar formas de classificação, adota-se a busca por critérios de demarcação, de pertencimento a determinados conjuntos. Mas para entender essa sistemática, é preciso entender o que significa um conjunto.

A palavra conjunto vem do vocábulo latino conjunctus, que significa “unido, ligado”.

Conjunctus é o particípio passado do verbo conjungere que significa “colocar com ou junto de”.

O critério de demarcação ou pertencimento é a característica que une os elementos do conjunto. Na biologia, por exemplo, os seres vivos que são formados por apenas uma célula são chamados de unicelulares. Os seres vivos formados por mais de uma célula são chamados de pluricelulares. Neste caso, o critério de pertencimento é dado pelo número de células. O critério de pertencimento é fundamental para a correta definição de um conjunto. Dentro do conjunto dos seres vivos pluricelulares podemos utilizar outras características ou critérios de pertencimento para organizá-los em subconjuntos. Os animais e vegetais, por exemplo, compõe diferentes subconjuntos do conjunto dos seres vivos pluricelulares. Dentro do subconjunto dos animais podemos observar os subconjuntos dos mamíferos, das aves, dos répteis e dos anfíbios. Essa sequência de subconjuntos, em termos abstratos, poderia seguir infinitamente, mas no caso concreto dos seres vivos, o limite é a individualidade de cada ser, ou seja, um subconjunto formado pelo próprio ser vivo.

Clique nos nomes dos animais ao lado para saber mais sobre eles

Nome Popular: Babuíno

Nome Científico: Papio hamadryas

Classificação Taxonômica: Primata

Altura Média: De 50cm a 120cm

Peso Médio: De 14kg a 40kg

Continente em que são encontrados natualmente: África e Ásia

Nome Popular: Gibão

Nome Científico: Symphalangus syndactylus

Classificação Taxonômica: Primata

Altura Média: De 45cm a 90cm

Peso Médio: De 5Kg a 8Kg

Continente em que são encontrados natualmente: Ásia

Nome Popular: Orangotango

Nome Científico: Pongo pygmaeus

Classificação Taxonômica: Primata

Altura Média: Até 170cm

Peso Médio: Machos de 35Kg a 200Kg e fêmeas de 35Kg a 100Kg

Continente em que são encontrados natualmente: Ásia

Nome Popular: Chimpanzé

Nome Científico: Pan troglodytes

Classificação Taxonômica: Primata

Altura Média: De 110cm a 140cm

Peso Médio: Até 70Kg

Continente em que são encontrados natualmente: África

Nome Popular: Gorila

Nome Científico: Gorila gorilla

Classificação Taxonômica: Primata

Altura Média: De 140cm a 200cm

Peso Médio: Machos de 140Kg a 300Kg e fêmeas de 70Kg a 100Kg

Continente em que são encontrados natualmente: África

Taxonomia

Taxonomia é o ramo da biologia que se ocupa da identificação, nomenclatura e classificação dos seres vivos em conjuntos de acordo com as características fisiológicas, evolutivas, anatômicas e ecológicas. Nesse sentido, os seres vivos podem ser classificados em: reino, filo ou divisão, classe, ordem, família, gênero e espécie.

Clique nas imagens para saber mais sobre a classificação dos seres vivos

REINO: Metazona

FILO: Chordata

CLASSE: Mammalia

ORDEM: Primata

FAMÍLIA: Hominidae

GÊNERO: Homo

ESPÉCIE: Homo Sapiens

REINO: Metazona

FILO: Arthropoda

CLASSE: Insecta

ORDEM: Orthoptera

FAMÍLIA: Blattidae

GÊNERO: Periplaneta

ESPÉCIE: Periplaneta americana

REINO: Metaphyta

FILO: Trachaeophyta

CLASSE: Angiospermae

ORDEM: Graminales

FAMÍLIA: Graminaceae

GÊNERO: Zea

ESPÉCIE: Zea mays